domingo, outubro 01, 2006

LULA LÁ!

Em cima da hora, texto enviado no dia 28, quinta-feira, no último Boletim de Campanha Lula Presidente:

Quem participou dos nossos comícios sabe que, espontaneamente, o povo canta a música "sem medo de ser feliz". Essa música está no inconsciente de milhões de pessoas em todo o país. Nos acompanhou desde a heróica campanha de 1989, passando pelas derrotas de 1994 e 1998, até a vitória de 2002.

Todas essas eleições, decididas ora no primeiro, ora no segundo turno, foram protagonizadas, mais que por duas candidaturas, por dois blocos políticos e sociais. De um lado, a candidatura que representava a direita, as forças conservadoras, as oligarquias, as elites, os poderosos, a dependência externa e o neoliberalismo.

De outro lado, a candidatura que representava a esquerda, as forças progressistas, os democratas, os trabalhadores, a soberania nacional e o projeto popular.

O lado de lá lançou vários candidatos: Collor, FHC, Serra e, agora, Alckmin.

O candidato do nosso lado foi, sempre, Lula.

Muita coisa mudou, desde 1989. Mas o significado geral do que está em jogo continua o mesmo.

É por isso que as atitudes da direita, nesta reta final, lembram tanto o que fizeram contra nós em 1989.

Manipulação do noticiário, denúncias mentirosas, calúnias, histeria, golpismo, boatos de que haverá locaute no transporte coletivo em regiões onde Lula tem grande maioria de votos.

Nas próximas 72 horas, mais do que nunca, é preciso manter a mente esperta, a espinha ereta e o coração tranqüilo. Muita atenção, em especial, com aquilo que setores da mídia ainda podem inventar contra nós. É preciso conquistar votos até o último momento. E fiscalizar a votação e a apuração.

A vitória está ao nosso alcance. É preciso conquistá-la. Sem medo de ser feliz.

Boa sorte, boa luta, boa votação, boa vitória para nós e para todo o povo brasileiro.

É Lula de novo, com a força do povo!

Um comentário:

Paulo Cesar disse...

Faltou um pouquinho só!
quase deu!
raspou!
foi por pouco!
um tiquinho de nada!
GRAÇAS A DEUS!