quinta-feira, setembro 21, 2006

A força do povo: alerta total

As forças conservadoras do país, capitaneadas pela coalizão PSDB-PFL e por setores da mídia, sabem que Lula vencerá as eleições presidenciais. Mas querem impedir, a todo custo, que isto aconteça já no primeiro turno. Querem, também, que a vitória de Lula não seja acompanhada pelo crescimento das candidaturas a governador, senador e deputados do campo democrático e popular.

Além disso, a direita pretende macular nossa vitória, com acusações de todo tipo, com o nítido propósito de criar dificuldades para o segundo mandato Lula.

A acusação do momento tenta vincular nossa campanha e nosso candidato com a negociação e a divulgação de um dossiê contendo informações que já são de conhecimento público, a saber: que a quadrilha dos Vedoin operava no ministério da Saúde desde a época de José Serra, Barjas Negri e FHC.

Para sustentar suas acusações, a direita precisa desconhecer vários fatos. Entre eles, o comportamento de nosso candidato a presidente, que nunca lançou mão deste tipo de expediente, tendo inclusive repudiado publicamente o procedimento. Segundo, a atuação da Polícia Federal, graças a qual o caso veio à tona e os responsáveis estão sendo investigados. Terceiro, o afastamento dos envolvidos, que reconheceram publicamente que exorbitaram.

A apuração rigorosa dos fatos, que já está sendo feita pela Polícia Federal, revelará a exata responsabilidade de cada um dos envolvidos.

Infelizmente, o rigor que a direita cobra de nossa campanha, ela não adota diante dos supostos vínculos entre cardeais do PSDB e a quadrilha dos sanguessugas. O correto é que todos os denunciados sejam rigorosamente investigados, incluindo o ex-ministro da Saúde e o ex-governador de São Paulo.

A direita brasileira reagiu histericamente frente à divulgação do chamado dossiê "Serra/Vedoin", produzindo um discurso golpista e irresponsável. Abatidas pelo favoritismo do presidente Lula no pleito que se aproxima, manobram para reverter o amplo apoio ao presidente, tentando criar no país um clima de confronto.

Repudiamos esse comportamento antidemocrático e convocamos a militância e todos os ativistas da coligação "A Força do Povo" para intensificar os esforços para a reeleição do presidente Lula. Mostremos nas ruas, com nossos panfletos e bandeiras, que o povo brasileiro está decidido a dar continuidade à construção de uma pátria justa, livre e soberana e assim livremente se manifestará nas eleições do dia 1º de outubro.

(Boletim da campanha Lula Presidente)

2 comentários:

Desconfiada disse...

Uma semana depois e a PF "ainda " não sabe de onde vieram os dólares e o dinheiro que saiu dos bancos privados (que por sinal ganharam muita grana neste governo)

afinal não é informado ao BC movimentações deste porte?

Não estão abafando o caso??

No mensalão a PF tbm não descobriu de onde veio a grana até hoje...
e olha que o sistema financeiro brasileiro permite rastreamento total do dinheiro, qdo querem...

Será que até o fim de semana da eleição a PF "descobre" de onde saiu a grana???

Afinal os dólares da cueca virem de onde mesmo???

Dá pra confiar e esperar???

Clarice disse...

anônimo, seu comentário foi apagado por se repetir em quatro posts. está apenas no primeiro, porque sou democrática. aliás, minha resposta pra vc tb está lá e serve como resposta para você também, desconfiada, que tá mais do que certa em estar desconfiada, eu tb não confiaria em quem usa armas baixas como essa!